26/08/11

"É uma honra jogar contra o FC Porto"

Não é todos os dias que se ouvem elogios destes vindos de Pep Guardiola, treinador de uma das melhores equipas de futebol no Mundo, o Barcelona.
Foi assim mesmo, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo da Supertaça europeia. Guardiola teceu rasgados elogios ao Porto, aos seus jogadores e imagine-se até ao seu presidente, Pinto da Costa.
O jogo da Supertaça vai opor duas equipas com filosofias semelhantes. Acho que muitos adeptos portistas se identificam com o clube catalão, o clube da segunda maior cidade que se bate contra o colosso da capital. Clube que se tem afirmado cada vez mais nos últimos anos. São assim o Porto e o Barcelona, em escalas diferentes como é óbvio.
Mas voltando ao Pep Guardiola. O treinador do Barcelona não acha que a vitória da sua equipa seja uma aposta certa. Ele mostra respeito por um adversário forte.
Nas suas próprias palavras. "É uma honra jogar contra o FC Porto nesta Supertaça, é sem dúvida uma das equipas mais poderosas do Mundo. Jogam com muita intensidade, sabem guardar bem a bola. Jogam bom futebol. O FC Porto faz coisas que gostaríamos de ter feito. Eles ganharam quase todas as últimas ligas portuguesas. Sei que há novos jogadores, mas continuam a jogar e ganhar."
Vai mais longe, contra a convicção de muita gente que considera o Barcelona quase invencível, ele afirma: "Não somos invencíveis. Não há equipas invencíveis. Qualquer equipa nos pode ganhar. Se recebemos muitos elogios é porque, em regra geral, costumámos ganhar bem."
Guardiola elogia também Pinto da Costa e os bons palpites que tem em relação a jogadores. "Pinto da costa sabe escolher bem os jogadores. Há muitos jogadores portugueses em equipas europeias. Há vários anos que é uma equipa sólida, com grande estratégia. Gostaria de ter muitos jogadores portistas na minha equipa, mas estou muito satisfeito com meu plantel. Não posso pedir ao meu presidente melhores jogadores, seria uma falta de consideração para eles. Todos jogadores do FC Porto têm um grande nível. Pinto da costa sabe vender bem no marcado e todas as grandes equipas da Europa os que querem comprar, desde Helton, Rolando, Guarín, Moutinho, Hulk, Varela… São jogadores com nível para estar em qualquer grande equipa grande europeia. Mas já estão numa grande equipa."
Se elogiar uma equipa adversária é normal, já estender esses elogios à organização do clube e mesmo do seu presidente já não é tão habitual. Se não soubesse melhor diria que Pep Guardiola gostava de vir a treinar o Porto no futuro.

Armando Vieira (novo colaborador internacional do Blog Dragão Madeirense) 

2 comentários:

P. Ungaro disse...

Venha o caneco ... e o resto é letra !!!

Um abraço

http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com/

Gaspar Ribeiro Lança disse...

Perdemos, mas saímos (temos de sair!) de cabeça erguida do Mónaco.

Admito que acreditava na vitória e, depois de ver os primeiros minutos, acreditei ainda mais. O golo de Messi acabou por surgir contra a corrente e devido a um erro (muito) invulgar de Guarín. Continuámos à procura do golo, do empate, do renascimento do jogo, mas o Barça fez o que melhor faz: trocou a bola. Mesmo pressionados, conseguiram aguentar-se e (com algumas defesas de Valdés pelo meio) a vitória lá acabou por surgir.

Apesar de tudo só temos de congratular os nossos jogadores, perdão, equipa!, porque hoje provámos que somos e temos equipa!

Somos Porto!

Um abraço