17/07/16

Aconteceu a 17 Julho 1950

Neste dia, Fernando Moreira sagra-se vencedor do Critério Internacional Rio-Petrópolis-Rio, no Brasil, prova na qual participaram 140 ciclistas de todo o mundo. No ano anterior tornara-se o primeiro ciclista do FC Porto a vencer uma edição da Volta a Portugal e abria caminho a uma série de três vitórias consecutivas de atletas portistas na prova, continuada por um “bis” de Dias dos Santos. Estamos num período de ouro do nosso clube no ciclismo: entre 1948 e 1964, nove vitórias em 15 edições da prova rainha.

07/07/16

Aconteceu a 7 Julho 2000

Neste dia,  Alenichev, na primeira pessoa, anuncia o acordo com o FC Porto, válido por quatro anos. Ainda hoje recordamos a música dedicada pelos adeptos ao médio russo, mas o que nunca iremos esquecer são os golos de Dmitri Alenichev nas duas finais europeias consecutivas ganhas pelo FC Porto, em 2003 e 2004.

Sessão dupla sem Bueno, Evandro e Omar Govea

O plantel principal do FC Porto voltou a treinar ontem no Olival e mais uma vez em dose dupla. Os trabalhos da primeira pré-temporada comandada por Nuno Espírito Santo decorrem a bom ritmo e prosseguem hoje, no mesmo local, novamente com duas sessões, uma de manhã (10h00) e outra à tarde (17h00). Alberto Bueno e Evandro cumpriram treino condicionado, à parte do restante plantel, que o brasileiro complementou com ginásio. Já Omar Govea prossegue a reabilitação após a cirurgia ao pé esquerdo.
Danilo Pereira foi titular na vitória que colocou Portugal na final do Campeonato da Europa 2016. Na meia-final frente ao País de Gales (2-0), em Lyon, o médio dos Dragões cumpriu os 90 minutos e esteve em bom plano na selecção portuguesa, que triunfou com golos de Cristiano Ronaldo e Nani. Alemanha e França defrontam-se hoje na outra meia-final e daí sairá o adversário de Portugal na final do Europeu, que volta a disputar 12 anos depois.

02/07/16

Aconteceu a 2 Julho 1955

Neste dia, Yustrich assinava contrato como treinador principal do FC Porto, após três dias na cidade. O brasileiro, conhecido pela disciplina que impunha e pelo caráter irascível, faria história, sendo determinante para a conquista da 'dobradinha' em 1955/56, a primeira da história do clube. O "homão", como também era conhecido, devido à sua postura e envergadura física, faleceu em 1990, tendo sido homenageado pelos Dragões em outubro de 1987. Foi então aplaudido de pé nas Antas e emocionou-se.









Felipe: "Não vejo a hora de me estrear com a camisola do FC Porto"


O defesa central Felipe é uma das caras novas do FC Porto para a época 2016/17 e o brasileiro, que deixou o Corinthians em Junho, admite que está a ter uma adaptação tranquila ao clube e ao grupo de trabalho, e que o seu maior desejo até é estrear-se com a camisola dos Dragões.
Não vejo a hora de me estrear com a camisola do FC Porto. Fui muito bem recebido por todo o grupo de trabalho, que, pelo que me parece, é óptimo. Penso que as coisas estão a correr muito bem, a adaptação tem sido boa e sinceramente espero seguir assim. A verdade é que me estou a sentir praticamente em casa. Treino tranquilo, vou para casa tranquilo e descanso devidamente, sabendo que quando regresso tenho aqui um bom grupo para me receber, afirmou em declarações ao Porto Canal e ao www.fcporto.pt.
Aos 27 anos, e a cumprir o terceiro dia de trabalho no Centro de Treinos e Formação Desportiga PortoGaia, no Olival, o defesa central disse que apesar da expectativa inicial ser elevada, o dia-a-dia no clube o consegue surpreender pela positiva e que por isso se sente muito orgulhoso de pertencer a um clube como o FC Porto. Recebo muitas mensagens do meu pai e dos meus amigos que sempre sonharam em ver-me jogar na Europa. Agora que aqui estou, espero corresponder a todas as expectativas, disse.
Sobre o início dos trabalhos e a carga adicional de treino, Felipe disse que iria tentar fazer tudo para chegar ao início da temporada na melhor forma possível, lembrando que no início de 2016 já tinha feito a pré-temporada com o Corinthians. Este ritmo é muito cansativo. Fiz no inicio do ano uma pré temporada e agora vou começar outra, mas vou fazer o possível para entrar bem no campeonato, concluiu.

Omar fracturou o pé e foi operado


Omar Govea lesionou-se com gravidade no treino da manhã desta sexta-feira do FC Porto, no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival. O médio mexicano fez uma fratura da base do quinto metatarsiano do pé esquerdo e foi operado à tarde no Hospital de Santa Maria, no Porto, pela equipa do Prof. Leandro Massada. Seguir-se-á agora o habitual período de recuperação.
O plantel azul e branco trabalhou em dose dupla, de manhã e à tarde. Para além de Omar, entre os 31 jogadores ao dispor de Nuno Espírito Santo há apenas mais um caso clínico: Alberto Bueno mantém-se em treino condicionado. Fora do lote dos presentes está Danilo, ao serviço da seleção portuguesa, e os restantes futebolistas que participaram no Europeu e na Copa América.
Os Dragões voltam a trabalhar no sábado, no mesmo local, às 17h00, à porta fechada.

26/06/16

Aconteceu a 26 Junho 1969

Neste dia, o FC Porto parte para Angola, onde dez dias depois vence o Torneio Intercontinental, perante 15 mil angolanos. Na final, o FC Porto bateu o Vitória de Setúbal, por 2-0, e bateu também o recorde de receitas do Estádio dos Coqueiros, na capital Luanda: 950 contos.

24/06/16

Calendário de pré-época 2016/17


17 de julho: adversário a definir, na Alemanha
21 de julho: PSV-FC Porto, no Estádio Gelredome, em Arnhem, Holanda
23 de julho: Vitesse-FC Porto, no Estádio Gelredome, em Arnhem, Holanda
27 de julho: Bayer Leverkusen-FC Porto, na Alemanha
31 de julho: Vitória de Guimarães-FC Porto, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães
6 de agosto: FC Porto-Villarreal, no Estádio do Dragão

21/06/16

Aconteceu a 21 Junho 1973

Neste dia, a Subida meteórica de iniciado a júnior era o título-prenúncio de uma das maiores aparições goleadoras da história do FC Porto. Fernando Gomes já era mais que um rumor de goleador e conseguia conciliar estudos, futebol e, imagine-se, andebol.

FC Porto B com pré-época preenchida

Com o início dos trabalhos marcado para dia 28 de junho, o FC Porto B já tem cinco jogos de preparação agendados para a pré-temporada. A 8 de julho, às 10h30, os azuis e brancos defrontam os ingleses do Brighton, no Estádio de Pedroso, que receberá também o FC Porto B-Freamunde (13/07, 10h30) e o FC Porto B-Sporting de Braga B (16/07, 10h30).
Mais tarde, a 27 de julho, os campeões da Ledman LigaPro medem forças com os espanhóis do Levante B (18h30), defrontando posteriormente a equipa principal do Marítimo, em jogo marcado para 30 de julho, ainda em horário e local a definir. Este deverá ser o derradeiro teste de pré-temporada para o FC Porto B, que em 2016/17 continuará a ser comandado por Luís Castro.

18/06/16

Aconteceu a 18 Junho 1922

Neste dia, o FC Porto vence o primeiro Campeonato de Portugal. No jogo do título, e após prolongamento, 3-1 ao Sporting, com golos de Balbino, João Nunes e Brito. A equipa portista: Lino Moreira; Júlio Cardoso e Artur Augusto; Mota, Velez Carneiro e Floriano Mendes; João Brito, Balbino, Alexandre Cal, Tavares Bastos e João Nunes. É a despedida anunciada de Adolphe Cassaigne, francês que esteve de setembro de 1907 a outubro de 1922 no comando técnico do FC Porto.

12/06/16

Aconteceu a 12 Junho 1969

Neste dia, Afonso Pinto de Magalhães tomava posse como presidente do FC Porto, em cerimónia realizada no Teatro Sá da Bandeira. Era o início do segundo mandato consecutivo na presidência do clube, sendo que o banqueiro e empresário se manteria no cargo até 1972. Para este mandato, tomava também posse Jorge Nuno Pinto da Costa, como director das modalidades amadoras, após passagens pelas secções de hóquei em patins, hóquei em campo e boxe.

08/06/16

Aconteceu a 8 Junho 1917

Neste dia, o FC Porto vence a Taça Salão Sport, frente ao Académico do Porto, o outro clube que à época ambicionava tornar-se o maior da cidade. A rivalidade entre os dois clubes era então grande, mas a vitória acabaria por cair para o lado do FC Porto por uns indiscutíveis 5-0. É também por jogos como este que o FC Porto se tornou o gigante que é hoje.

06/06/16

Aconteceu a 6 Junho 1970

Neste dia, Bené sai do Leixões, rumo ao FC Porto. Dele disse, um dia, José Maria Pedroto: É o estrangeiro com mais recursos técnicos do futebol português. O aprumo com que joga é inigualável. O médio brasileiro Benedito Lacerda Ribeiro, tecnicista de excelência, fez 94 jogos nos quatro anos em que esteve no FC Porto. Num deles, foi o grande municiador de um intratável Lemos, autor de um “póquer” num célebre 4-0 ao Benfica, a 31 de Janeiro de 1971.

30/05/16

Aconteceu a 30 Maio 2002

Tarde de domingo, o Pavilhão de Fânzeres está cheio que nem um ovo. Não é para menos: o FC Porto pode sagrar-se campeão nacional de hóquei em patins pela 11ª vez. Joga-se a penúltima jornada do campeonato frente ao Óquei de Barcelos e a equipa de Franklim Pais, que assumira o comando técnico já a época decorria, vence por 6-5 e garante matematicamente a conquista do título, Um trabalho notável do treinador e de um plantel com Edo Bosch, Filipe Santos, Paulo Alves e Tó Neves, que recuperou de uma desvantagem de 12 pontos na classificação. Foi há 14 anos o primeiro de dez títulos brilhantemente conquistados de forma consecutiva. Reveja neste vídeo um resumo alargado do jogo e a festa que se fez no fim.




Danilo chega às dez internacionalizações


Danilo Pereira atingiu este domingo as dez internacionalizações pela seleção nacional no jogo que terminou com a vitória portuguesa por 3-0 sobre a Noruega, naquele que foi o primeiro encontro de preparação para o Campeonato da Europa, que arranca em junho em França. O médio do FC Porto, que vai vestir a camisola 13, entrou ao minuto 59 para o lugar de Ricardo Carvalho, ex-jogador dos azuis e brancos.
Ricardo Quaresma, outro atleta que também já representou o FC Porto, abriu o activo aos 13 minutos com um golo espectacular festejado pelos mais de 30 mil espectadores presentes no Estádio do Dragão, que mais de três anos e meio depois voltou a ser palco de um encontro da selecção. Rapahel Guerreiro (65m) e Éder (70m) foram os outros marcadores do encontro.

16/05/16

Aconteceu a 16 Maio 1984

Neste dia, o FC Porto jogava a final  da Taça das Taças, perdida ingloriamente frente à Juventus, em Basileia, por 2-1. Revendo o jogo percebe-se facilmente a injustiça do resultado, mas fica o conforto de ter sido uma espécie de balão de ensaio para Viena e a memória do golo de António Sousa, o primeiro portista numa final europeia. O ex-jogador recorda o momento com emoção: Foi um golo que teve uma visibilidade muito grande, por ser numa final, e acredito que chegou aos quatro cantos do mundo.

15/05/16

Aconteceu a 15 Maio 1932

Neste dia, o FC Porto defronta o Salgueiros para os oitavos de final do Campeonato de Portugal, a competição mais importante à época. O jogo decorria normalmente, com o FC Porto em vantagem por três golos (4-1), quando, a 26 minutos dos 90, os salgueiristas abandonam o relvado, alegando estar extenuados e sem condições de discutir o resultado.

Aconteceu a 14 Maio 2006

Neste dia, o FC Porto jogava no Jamor a final a Taça e batia o Vitória de Setúbal por 1-0, golo de Adriano, e erguia o troféu. Sob o comando do holandês Co Adriaanse, o FC Porto conquistava a “dobradinha”, juntando a Taça ao campeonato. O onze da final, no sempre arriscado sistema de três defesas, foi: Helton, Bosingwa, Pepe, Pedro Emanuel, Paulo Assunção, Lucho, Anderson, Quaresma, Alan, McCarthy e Adriano. Veja o resumo do jogo, o belo golo de Adriano, as muitas oportunidades desperdiçadas, uma grande defesa de Helton e pelo menos um penalti claro por assinalar.

13/05/16

Aconteceu a 13 Maio 1976

Neste dia, Américo de Sá toma posse para mais um mandato na presidência do FC Porto. Quem também assina o compromisso de servir o clube é Jorge Nuno Pinto da Costa, que assume a chefia do departamento de futebol. Nesse mesmo dia surge a notícia do possível regresso de José Maria Pedroto ao comando técnico da equipa de futebol e as duas coisas não estão dissociadas uma da outra, como mais tarde se comprovaria.

09/05/16

Aconteceu a 9 Maio 2004

Neste dia, o FC Porto bicampeão nacional, em vésperas de se sagrar campeão europeu, recebe o Paços de Ferreira na última jornada do campeonato. Mais do que uma vitória neste jogo da consagração do título, querem-se golos de McCarthy, que o ajudem a conquistar a bota de ouro. Objetivos cumpridos. Neste domingo, o Estádio do Dragão, em festa, celebra uma vitória por 3-1 com um "hat-trick"… do avançado sul-africano. Um golo na primeira parte e outros dois na segunda permitem ao então dono da camisola 77 alcançar as duas dezenas e sagrar-se o artilheiro-mor da competição. Recorde neste vídeo o jogo, a festa, mas sobretudo os três golos de Benni – o último é daqueles de levantar o estádio.

Título festejado com vitória no clássico


Fez-se história no futebol português neste 8 de maio: o FC Porto B sagrou-se campeão da Ledman LigaPro e tornou-se a primeira equipa B a vencer uma competição profissional em Portugal. Este feito inédito, que na Europa só tem paralelo com o do Real Madrid B em 1983/84, foi alcançado este domingo, à hora de almoço, no sofá, com o empate do Desportivo de Chaves em Portimão, e festejado no Estádio de Pedroso com uma vitória categórica por 3-1 sobre o Benfica B, na penúltima jornada da competição. Diogo Verdasca, João Graça e Rúben Dias, na própria baliza, marcaram os golos dos Dragões que, com 83 golos marcados, estão a apenas dois de distância se tornarem o melhor ataque da história das equipas B.
Com o presidente do FC Porto Jorge Nuno Pinto da Costa presente nas bancadas bem compostas do Estádio de Pedroso, não foi necessário esperar muito para se ver o primeiro golo da tarde. Na sequência de um canto cobrado por Graça, Diogo Verdasca cabeceou para o 1-0 (11m) e começou a materializar cedo no marcador o domínio exercido pelos portistas em campo desde o primeiro minuto diante de um adversário que revelava muitas dificuldades em chegar com perigo à baliza azul e branca. E foi precisamente num lance de bola parada que o Benfica B dispôs de uma oportunidade flagrante para chegar ao empate, num penálti que só o árbitro João Pinheiro conseguiu descortinar, mas que José Sá, com uma enorme defesa, impediu que se transformasse em golo (22m). A resposta do FC Porto B não podia ter sido melhor, porque logo três minutos depois, Graça, à entrada da área, recebeu uma bola de um canto e atirou forte e colocado para o sexto golo na temporada.
Já perto do final da primeira parte, o Benfica B reduziu a desvantagem por intermédio de Dawidovicz e esperava-se se apresentasse na segunda determinado em busca do empate e de, pelo menos, um ponto tão necessário para a fuga à despromoção ao Campeonato Nacional de Seniores. A verdade é que os Dragões voltaram a entrar melhor e chegaram ao 3-1 bem cedo, com a ajuda de um autogolo de Rúben Dias (54m), dando início a uma segunda parte em que continuaram a ser donos e senhores do jogo, com mais ataques, mais remates, mais cantos, mais posse de bola e várias oportunidades para construir um resultado mais avolumado. Do outro lado, os lisboetas pouco fizeram para contrariar a superioridade do FC Porto B que se acentuou quando se viram em desvantagem numérica por culpa da expulsão de Dawidovicz por acumulação de cartões amarelos (66m). A partir daí, o jogo teve um sentido único até o árbitro apitar para o final e para o (re)início da festa portista que culminou com a entrega da taça ao capitão Francisco Ramos por parte do presidente da Liga de Clubes, Pedro Proença.

FICHA DE JOGO

FC PORTO B 3 BENFICA B 1

Segunda Liga, 45ª jornada

8 de maio de 2016

Estádio de Pedroso, em Vila Nova de Gaia

Árbitro: João Pinheiro (Braga)
Assistentes: Nelson Moniz e Nuno Eiras
Quarto árbitro: Tiago Leandro

FC PORTO B: José Sá; Víctor García, Palmer Brown, Verdasca e Rodrigo; Francisco Ramos (cap.), Graça e Tomás Podstawski; Ismael, Gleison e Leonardo
Substituições: Ruben Macedo por Leonardo (67m), Omar por Tomás Podstawski (80m) e Rui Moreira por Rodrigo (85m)
Não utilizados: João Costa (g.r.), Cláudio, Fede Varela e Sérgio Ribeiro
Treinador: Luís Castro

BENFICA B: Miguel Santos; Nélson Semedo, Alfaiate, João Nunes (cap.) e Rúben Dias; Pawel Dawidowicz, Pedro Rodrigues e João Carvalho; Hildeberto, Diogo Gonçalves e Dálcio Gomes.
Substituições: Saponjic por Pedro Rodrigues (34m), Gilson Costa por Hildeberto (69m) e Sancidino por Diogo Gonçalves (82m)
Não utilizados: Ivan Zobin, Vitalii Lystcov, Yuri Ribeiro e Francisco Ferreira
Treinador: Hélder Cristóvão

Ao intervalo:: 2-1
Marcadores: Verdasca (11m), Graça (22m), Pawel Dawidowicz (38m), Rúben Dias (54m, p.b., o.g.)

Disciplina: cartão amarelo a Tomás Podstawski (20m), Hildeberto (30m), Pawel Dawidowicz (46m e 66m), Diogo Verdasca (50m), Graça (58m); cartão vermelho a Pawel Dawidowicz (66m)

08/05/16

Aconteceu a 8 Maio 1957

Acúrsio, assim mesmo, com “s”, foi um guarda-redes importante no FC Porto, campeão nacional em 1958/59, mas o que o traz aqui é uma façanha impensável nos dias de hoje. A 8 de maio de 1957 centenas de pessoas acorreram à apresentação de Acúrsio como avançado da equipa de hóquei em patins do FC Porto. E a verdade é que o excelente guarda-redes de futebol, que foi internacional pela seleção nacional, não devia ser nada mau no hóquei, pois também chegou a internacional.

17/04/16

Aconteceu a 17 Abril 1920

“(…) Eu não viria de modo algum falar neste assunto se a ‘Imprensa’ da Capital pusesse um pouco de parte o seu facciosismo e fizesse com imparcialidade e lealdade o relato de todos os desafios. Mas assim não procedeu e os jornais que têm a sua ‘secção desportiva’ e que pelo menos costumam anunciar aos seus leitores os resultados dos desafios, deixando desta vez de o fazer (…). Este é o teor da carta escrita pelo capitão do FC Porto, Alexandre Cal, no jornal “O Primeiro de Janeiro”, a 17 de abril de 1920, há 96 anos. Ontem como hoje, há coisas que nunca mudam e em quase 100 anos as mentalidades são as mesmas. Em causa estava uma vitória por 3-2 do FC Porto sobre o Benfica em Lisboa que não mereceu notícia nos jornais de Lisboa. É contra isto que todos temos de continuar a lutar, porque as nossas vitórias são sempre disfarçadas e as nossas derrotas ampliadas.

04/04/16

Aconteceu a 4 Abril 1920

Neste dia, o FC Porto vencia o Benfica por 3-2, na estreia do avançado inglês Norman Hall, primeiro inglês a integrar a equipa de Honra desde 1917. Grande goleador e grande capitão, Norman Hall foi o primeiro jogador a ser distinguido com o galardão de Atleta de Mérito e Sócio Honorário. Jogou nove anos pelo FC Porto, durante os quais marcou 57 golos em 71 jogos.