05/10/07

Stepanov: «O nosso pensamento só passa pelo triunfo»


Após a estreia de ontem na UEFA Champions League, Stepanov protagonizou esta quinta-feira, também pela primeira vez, uma «super flash», traçando a antevisão do jogo frente à Académica, na qual frisou o desejo do F.C. Porto de triunfar em Coimbra e assim vincar o primeiro lugar da Liga 2007/08.
Naturalmente feliz com a vitória sobre o Besiktas, o defesa-central lembrou, no relvado do Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, que o sucesso dos Dragões, tanto em Portugal como na Europa, é normal, e assegurou, entre outras ideias que desenvolvemos nos parágrafos seguintes, que a equipa não vai relaxar para o encontro da 7ª jornada do campeonato.


O F.C. Porto está a jogar bem, tanto em Portugal como na Europa, e este sucesso é normal para o clube. Já estávamos à espera de um ambiente daqueles na Turquia e sabíamos que o Besiktas tinha uma boa equipa e jogadores de qualidade, mas conseguimos fazer uma exibição que, embora talvez não tenha sido das mais vistosas, nos permitiu conquistar os três pontos.
Ainda é muito cedo para falar em conquistar a UEFA Champions League. Antes de mais, temos de nos qualificar para a próxima fase, que é, para já, o objectivo mais importante. Acredito termos boas hipóteses para marcar presença nos oitavos-de-final, mas ainda faltam quatro jogos.
Temos de pensar no próximo jogo como o mais importante e estou certo de que vamos a Coimbra para ganhar à Académica e amealhar mais três pontos no campeonato, de modo a vincarmos o primeiro lugar na Liga. Não será fácil, uma vez que todas as equipas querem vencer o F.C. Porto, mas o nosso pensamento só passa pelo triunfo. Não estou apreensivo em relação à atitude da equipa para o jogo contra a Académica, pois sei que no F.C. Porto os atletas nunca relaxam. No futebol, é normal às vezes jogar mal e ganhar três pontos ou jogar bem e perder, pelo que nunca se sabe o que pode acontecer, mas posso assegurar que, independentemente de quem joga, a equipa está sempre preparada para vencer o próximo desafio.
No início, notei algumas diferenças entre o futebol turco e o português e tive de me adaptar a esta nova realidade. Durante cerca de um mês e meio observei atentamente o sistema e percebi que em Portugal se joga um futebol mais rápido ao longo dos 90 minutos. Neste momento, penso já estar adaptado a esse ritmo.

Fonte: Site Oficial

1 comentário:

Pedro Barata disse...

Caros amigos aficionados do futebol, não percam, a partir desta segunda-feira e até quarta, a entrevista exclusiva com o futebolista do Tottenham RICARDO ROCHA no blog Rola a BOLA (WWW.ROLA-BOLA.BLOGSPOT.COM)
Um blog de desporto onde todas as cores são bem-vindas.
Saudações desportivas